Escravo das Paixões
Humano, demasiado humano
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Amor em Todo Lugar
Amor em todo lugar

Nenhum amor te restará
Entre tantos amores que trazes no peito
Porque amor não se mede em versos
Cada amor tem seu lugar

O amor no peito não tem nome
Só tem nome o que se dispõe a amar
Porque amor não tem dia nem signo
Nem há tempo certo pra amar

Amor será sempre amor
O que se ama não define o amor
Não há tempo pra amar
Pois o amor está em todo lugar

Não há outro amor além do amor
Pois o amor será amor seja quando for
Até o primeiro amor tão especial
Só o é porque primeiro não por ser amor

Ainda que vivas ou morras por amor
O amor em si é tudo e é nada
Pois não há tempo que baste pra amar
Nem há vida que dure o tempo do amor
Luís Carlos Pileggi Costa
Enviado por Luís Carlos Pileggi Costa em 14/02/2008
Comentários