Escravo das Paixões
Humano, demasiado humano
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Respira Tantra
Respira Tantra

Quando me olha
Olhar largo de afeto
É rosa branca na janela
Brisa fresca da manhã
As vezes louca me fita
Eu traduzo esse desejo
E me lanço naquele corpo
Afasto os espinhos do caule
É rosa vermelha que grita
Mas quando cerra os olhos
E já estou perdido naquele ventre
Olhos fixos boca em meu peito
Já não vejo cor nem flor
Somente espelho do meu desejo
Desejos de todas as cores
Flores monocromáticas
Vida amor e desejo
Até não ver mais nada
Luís Carlos Pileggi Costa
Enviado por Luís Carlos Pileggi Costa em 02/06/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários