Escravo das Paixões
Humano, demasiado humano
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Proposta de vida
O enxadrista e o sonhador
Se encontram no negro da noite
Um faz contas e cálculos
O outro escreve quimeras
Vida dividida
Vida pela metade
Guiado num dia pela razão
E no outro pela intuição
Eu intuo que ela me ama
Mas penso e concluo que não
Será que me quer pra sempre?
Ou apenas por paixão?
De momentos estou farto
Sei que falo por poemas
Mas quero escrever romances
Páginas intermináveis
De livros que quero publicar
Eu não a quero hoje
Mas a quero pra sempre
Será que ela vai topar?
Amanheço em Hobbes
Durmo com Rousseau
Coração palpitante
Da pergunta em versos
Que a prosa não quer calar
Luís Carlos Pileggi Costa
Enviado por Luís Carlos Pileggi Costa em 24/07/2021
Comentários