Escravo das Paixões
Humano, demasiado humano
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Exu
Laroiê laroiê
Exu capapreta ou tranca-ruas
Seja qual for caminha pro mar
Laroiê meu irmão
Sinto o pedido é socorro
Essa é filha de santo
Estou em boas mãos
Saudade daquelas aulas
Não entro em sala sem exu
Saudade de Salvador  
Salve exu-do-ouro
Na vibração do tambô
Justiça vem de xangô
Esta sempre a meu encalço
Poema em tempo real
Só preto vai entender
Vi tibiriça na beira da estrada
Comendo arroz bebendo água
Zé Pilintra salta fora
Salve exu-caveira
Rogo ao meu orixá
Iemanjá estou em seus braços
Nossa Senhora do Mar
Mandinga de ossanha eu fujo
Laroiê meu irmão
Oxalá meu Pai
Que eu siga o caminho do mar
Laroiê na vida
Laroiê no barco
Laroiê no mar
Luís Carlos Pileggi Costa
Enviado por Luís Carlos Pileggi Costa em 03/07/2021
Comentários