Escravo das Paixões
Humano, demasiado humano
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
CHEGA DE MENTIR
Palavras que nada dizem
Construções efêmeras ao vento
Calas as emoções nas orações
E as liberta nas lágrimas
Teu corpo incoerente
Fala pelos aromas secretos
És muda aos meus ouvidos
Ao meu desejo és apenas mulher
Pálida pele a refletir a lua
Desnuda flor da paixão
E foges dos meus sonhos
Mas só nas palavras
Pois de resto os alimenta
Vem me dar teus melhores dias
Que te calo a boca com beijos
E te preencho o corpo de afeto
E te encho o ventre de vida
E pra longe te levo moça
Se teu silêncio puder escutar
Luís Carlos Pileggi Costa
Enviado por Luís Carlos Pileggi Costa em 03/11/2020
Comentários